Insolação você sabe o que fazer?

Insolação você sabe o que fazer?

Insolação você sabe o que fazer?

Um dia de verão à beira da piscina ou do mar, desfrutando do sol intenso, pode não ser um hábito tão inofensivo quanto parece, principalmente se aliado a isso estiver o consumo de bebida alcoólica sem intercalar com a ingestão intensa de água ou suco.

Essa situação, vivenciada tão corriqueiramente ao longo da estação mais quente do ano, pode levar a uma condição séria e fatal, a insolação. Ela ocorre devido ao excesso de exposição ao sol e ao calor intenso, sem a devida hidratação. Com isso a temperatura corporal aumenta bruscamente, o mecanismo de transpiração falha e o corpo não consegue se resfriar.

O QUE É A INSOLAÇÃO?

A insolação é uma condição séria e fatal causada pelo excesso de exposição ao sol e ao calor intenso. Ela acontece quando a temperatura corporal ultrapassa os 40ºC, fazendo com que o mecanismo de transpiração falhe e o corpo não consiga se resfriar.

A insolação pode ocorrer quando a pessoa passa muito tempo em um ambiente com sol, se está trabalhando em locais com alta temperatura ou se exercitando em excesso.

Durante a insolação a temperatura do organismo aumenta, o que pode causar a perda de água e de nutrientes importantes. Tanto que o quadro de insolação é considerado emergencial, já que se não for tratada rapidamente pode trazer danos ao cérebro, coração, rins e músculos.

CAUSAS DA INSOLAÇÃO

A insolação é causada por situações em que a pessoa está em ambientes muito quentes ou faz esforço físico que eleva a temperatura do corpo, como:

 

  • Passar o dia sob o sol sem protetor solar
  • Praticar atividades extenuantes
  • Usar excesso de roupas
  • Ficar sem se hidratar por muito tempo

FATORES DE RISCO…

Alguns fatores aumentam o risco de ter uma insolação, como:

  • Não beber líquidos adequadamente;
  • Ter doenças crônicas (como diabetes);
  • Ingerir álcool ou cafeína em excesso.

Algumas pessoas têm mais risco de terem insolação como:

  • Crianças e bebês;
  • Idosos;
  • Pessoas com problemas que levam a desidratação, como quem tem gastroenterite;
  • Pessoas que praticam atividades extenuantes, como atletas, soldados e trabalhadores que realizam atividades que envolvem esforços físicos sob o sol (como pedreiros).

(Algumas medicações também podem aumentar o risco de ter insolação, como vasoconstritores, medicamentos para pressão alta que bloqueiam a adrenalina, diuréticos e alguns antidepressivos e antipsicóticos)

SINTOMAS DE INSOLAÇÃO

A insolação causa sintomas que aparecem aos poucos, como:

  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Tonturas;
  • Náuseas;
  • Pele quente e seca (sem suor), às vezes avermelhada;
  • Pulso rápido;
  • Temperatura corporal elevada;
  • Distúrbios visuais;
  • Fraqueza muscular;
  • Confusão.

Outros sintomas surgem de repente, como:

  • Respiração rápida e difícil;
  • Palidez;
  • Desmaios;
  • Extremidades arroxeadas;
  • Algumas pessoas também podem ter convulsões

PRIMEIROS SOCORROS…

Depois de chamar a emergência, o objetivo dos primeiros socorros em casos de insolação é tirar a pessoa do calor e baixar sua temperatura corporal. Para tanto é preciso:

  1. Remover a pessoa para um local fresco, ventilado e à sombra;
  2. Remover o máximo de peças de roupa possível da pessoa;
  3. Se consciente, mantê-la em repouso e com a cabeça elevada;
  4. Oferecer bebidas geladas, principalmente água;
  5. Borrifar água fria sobre o corpo da pessoa delicadamente;
  6. Pode-se aplicar compressas de água fria na testa, pescoço, axilas e virilhas (exceto em idosos);
  7. Outra possibilidade é imergir a pessoa em água fria ou colocá-la em roupas ou panos encharcados.

DIAGNÓSTICO DA INSOLAÇÃO

A insolação normalmente é diagnosticada através dos sintomas apresentados pelo paciente. No entanto o médico pode lançar mão de exames para confirmar o diagnóstico ou verificar se houve dano a algum órgão. Os exames usados são:

Hemograma: principalmente para verificar as taxas de sódio e potássio e se há gases no sangue que possam indicar danos do sistema nervoso;

Exame de urina: para checar o funcionamento do rim;

Testes de função muscular: para ver se houve algum dano ao tecido muscular;

Exames de imagem, como o raio-X: para ver se houve danos em outros órgãos internos.

 

TRATAMENTO DA INSOLAÇÃO:

O tratamento para insolação consiste em reduzir a temperatura corporal da pessoa. Para isso, algumas técnicas são usadas:

  1. Levar a pessoa com insolação para um lugar fresco, com sombra e ventilação;
  2. Retirar o máximo de roupas possível;
  3. Se consciente, mantê-la em repouso e com a cabeça elevada;
  4. Oferecer bastante água fria ou outro tipo de líquido não alcoólico;
  5. Borrifar água delicadamente em todo o corpo da pessoa ou até mesmo fazer compressas de água fria na testa, axilas, pescoço e virilhas;
  6. Se possível, dar um banho frio ou envolvê-la com panos ou roupas molhadas.

PREVENÇÃO DA INSOLAÇÃO:

As medidas de prevenção da insolação são bem simples:

EVITE: permanecer sob o sol nos horários mais quentes do dia entre 10 e 16 horas

USE: roupas leves/claras e protetor solar com FPS 30 ou mais e evite queimaduras na pele

BEBA: mais líquidos do que sua sede sinaliza, evitando bebidas alcoólicas (elas provocam perda de líquidos)

CONSUMA: alimentos leves, como frutas e verduras

 

Neste material trazemos algumas dicas e precauções que devem ser tomadas nessa época do ano, que é tão quente! Faça download dos materiais de forma rápida, fácil e free:  Calor e os perigos da Insolação