Doenças que mais causam afastamento do trabalho

As pessoas passam grande parte de seus dias no trabalho. Sendo assim, é possível que o ambiente laboral seja um desencadeador de doenças. Nesse caso, elas são chamadas de doenças ocupacionais, e podem ocasionar o afastamento do trabalho.

Uma das principais causas desse grupo de patologias é a cobrança e os altos níveis de estresse, assim como as condições físicas inadequadas de trabalho e a falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Esse quadro é prejudicial para a empresa, que se torna menos produtiva com o afastamento de sua mão de obra, assim como para o colaborador, que fica com sua saúde e bem-estar ameaçados. Nesse contexto, é importante que todo gestor tenha em seu negócio uma política bem estabelecida de ações preventivas no ambiente de trabalho a fim de evitar doenças e, consequentemente, o afastamento do trabalho.

Neste post apresentaremos 6 doenças que comumente causam o afastamento do trabalhador. Confira!

1. Depressão

A depressão é a doença considera como o “mal do século” pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Sem dúvidas, uma das condições que propicia o seu desenvolvimento é o ambiente laboral. Isso porque, em alguns locais, há péssimas condições de trabalho, falta de valorização, cobranças constantes, altos níveis de estresse e outras situações negativas capazes de causar o afastamento do trabalho.

Dentre os sintomas estão a falta de interesse pelas atividades, desânimo, perda ou ganho de peso, diminuição do prazer pela vida, angústia, cansaço, insônia ou sono em excesso, ansiedade, sensação de impotência ou incapacidade, dentre outros.

Esse transtorno psiquiátrico pode atingir pessoas de qualquer idade, e é a quarta causa principal de incapacitação, seja no âmbito profissional ou pessoal.

2. Síndrome de Burnout

Em muitos ambientes de trabalho existem pessoas com estresse crônico, principalmente devido à sobrecarga de tarefas e a falta de valorização do colaborador. Assim, o profissional pode desenvolver a síndrome de Burnout, caracterizada por cansaço extremo, alterações no sono, irritação e falta de motivação ou vontade para realizar as tarefas. Em casos graves, também é possível que o indivíduo tenha alterações psíquicas.

Para prevenir esse transtorno, é fundamental que a empresa propicie um ambiente sadio para seus funcionários, ou seja, sem cobranças excessivas e que tenham programas de valorização do profissional. Além disso, o colaborador deve descansar adequadamente, assim como manter sua vida pessoal ativa.

3. Dorsalgia

A dorsalgia, popularmente conhecida como dor nas costas, é extremamente comum no ambiente laboral. Em alguns casos, ela pode ser tão incapacitante que provoca o afastamento do trabalho. Segundo estimativas da previdência, a dor nas costas foi o incômodo que mais afastou funcionários de suas funções em 2017, assim como é uma das mais citadas nos últimos 10 anos na lista de doenças mais frequentes que receberam auxílio do INSS.

A boa notícia é que esse quadro pode ser evitado com cadeiras confortáveis e próprias para o trabalho em escritório e mesas de altura adequada. Além disso, é interessante que o empregador ofereça palestras sobre ergonomia no ambiente de trabalho, em que são ensinadas posições corretas e exercícios para aliviar a tensão. Essa ação é especialmente importante para funcionários que carregam cargas pesadas.

4. LER

LER é a sigla para lesão por esforços repetitivos, outro quadro que causa o afastamento do trabalho. Ela é mais comum em pessoas que exercem atividades contínuas e repetitivas, como atendentes de telemarketing, devido à digitação excessiva. Além disso, ela também é mais frequente em motoristas e caminhoneiros, visto que esses profissionais dirigem durante boa parte do dia; músicos, pela prática de instrumentos, e atletas, principalmente aquelas que praticam o arremesso de peso ou esportes com raquete, como o tênis.

O quadro é caracterizado por dor na articulação sobrecarregada, fraqueza, formigamento, sensibilidade aumentada, rigidez e inchaço. A prevenção é, basicamente, evitar que a atividade repetitiva seja feita por muito tempo contínuo. Sendo assim, deve-se realizar pausas a cada 30 minutos e praticar a ginástica laboral, técnica que relaxa e alonga as partes do corpo.

5. Hérnia de disco

O disco vertebral é uma estrutura localizada entre uma vértebra e outra, sendo que a sua função é absorver e consequentemente diminuir os impactos gerados pela movimentação do corpo. A hérnia de disco ocorre se o disco perder a sua formatação, formando um abaulamento. Nesse caso, há prejuízo da função do disco e, dessa forma, pode haver pressão nas raízes nervosas.

O quadro é caracterizado por dor intensa no local da hérnia de disco, dificuldade em realizar movimentos como abaixar, girar o corpo ou levantar, sensação de fraqueza, dormência em áreas próximas e, em alguns casos, sensação de queimação ao longo do nervo pressionado.

Essa alteração é mais frequente em pessoas que adotam posições inadequadas, são obesas ou sedentárias. Dessa forma, a prevenção consiste em corrigir a postura e realizar atividades físicas.

6. Varizes

As varizes são dilatações de veias e acontecem comumente nos membros inferiores. São mais frequentes em pessoas que passam muito tempo em pé no exercício do trabalho, como vendedores de lojas e trabalhadores de linhas de produção. Isso acontece porque a panturrilha é responsável por mandar o sangue de volta para o coração. Se um indivíduo passa tempo excessivo em pé e sem se mexer, o sangue não retorna, e acaba dilatando as veias.

Apesar de não parecerem um quadro grave, as varizes são uma causa importante de afastamento do trabalho. Afinal, conforme a doença avança, a pessoa sente tantas dores que não consegue mais ficar em pé e exercer sua função.

Para evitar esse quadro, é recomendado que o colaborador descanse cerca de 5 minutos a cada meia hora, colocando os pés para cima, a fim de melhorar a circulação sanguínea. Além disso, durante os turnos é indicado usar meia de compressão, que propicia o retorno venoso.

E então, conseguiu entender quais são as doenças que mais comumente causam o afastamento do trabalho? Para evitar esse tipo de problema, é fundamental saber como evitar doenças no ambiente laboral. Continue na nossa página e aproveite a leitura. Até mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *