Precisamos falar sobre o Vírus H3N2

Precisamos falar sobre o Vírus H3N2

Precisamos falar sobre o Vírus H3N2

O que é H3N2?

O vírus H3N2 é um tipo de vírus Influenza A que, como o H1N1 causa gripe. Ele pode ser fatal e levar algumas pessoas a óbito, principalmente as que estão nos grupos de risco: crianças maiores de seis meses com menos de cinco anos de idade, gestantes, idosos acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas.

Esse vírus, de agente etiológico Myxovirus influenzae, são os únicos capazes de provocar epidemias anuais frequentes e, em menor proporção, pandemias.

Um vírus internacional…

Alguns estados brasileiros já registraram os primeiros casos de infecção pelo H3N2, um tipo do vírus que infectou mais de 47 mil pessoas e causou diversas mortes nos Estados Unidos. A epidemia é a mais grave registrada no país nos últimos 13 anos.

No hemisfério norte a vacina acabou por não ser atualizada em tempo e por isso o vírus acabou fazendo mais vítimas. Segundo os biomédicos não é possível afirmar que a incidência no H3N2 no Brasil será igual ao que ocorreu nos EUA.

 

Como acontece sua transmissão do H3N2?

Os vírus da gripe são transmitidos facilmente por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar.

Com a chegada dos dias mais frios é esperado que o vírus influenza, causador da gripe, comece a circular com mais intensidade.

Uma pessoa pode contrair a gripe várias vezes ao longo da vida e, em geral, tem evolução autolimitada. Porém, em alguns casos, pode evoluir para uma forma grave.

O vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

 

Quais são os sintomas do H3N2?

Os primeiros sintomas são febre, dor de cabeça, dor muscular e cansaço que podem ser confundidos com uma gripe ou resfriado comum.

No final da infecção as dores e a febre passam, no entanto o nariz começa e escorrer, acompanhado de tosse e espirro.

Mesmo com a sensação de cansaço, não é ideal passar muito tempo deitado pois isso pressiona os pulmões impedindo a tosse e prendendo bactérias dentro do organismo. Com o pulmão na vertical, a respiração é profunda e sem impedimentos para expelir as bactérias.

Se o vírus ficar alojado no corpo pode destruir células dos brônquios levando a uma complicação da gripe como a pneumonia.

 

Alguns números…

Em 2017, o vírus influenza A/H3N2 foi predominante no Brasil durante a sazonalidade e foram registrados 2.691 casos e 498 óbitos por influenza; até a SE 14 de 2017 haviam registrados 344 casos de influenza no país, com 59 óbitos.

Em 2018, até sete de abril, foram registrados 286 casos de gripe em todo o país, com 41 óbitos. Do total, 71 casos e 12 óbitos foram por A/H3N2.

E como funciona a vacinação do H3N2?

A vacinação é a principal forma de evitar o contágio. A vacina da gripe disponível no Brasil nessa temporada contém proteção contra versão do H3N2.

Geralmente, as vacinas contra o influenza são disponibilizadas no Brasil entre abril e maio para proteção em junho, período em que o vírus da gripe começa a circular com mais força. O Dia D de mobilização nacional será 12 de maio.

 

Como prevenir o H3N2?

  • Lavar sempre as mãos com água e sabão, principalmente antes das refeições e após tossir e espirrar;
  • Higienizar as mãos com álcool 70%;
  • Sempre cobrir boca e nariz ao tossir e espirrar;
  • Usar lenços descartáveis;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e garrafas;
  • Evitar ambientes com grandes aglomerações;
  • Manter ambientes ventilados;
  • Evitar contato com doentes;
  • Adotar hábitos de alimentação saudáveis.

 

PPRA PCMSO PCMAT Laudos PPP NTEP/FAP CIPA Ergonomia Ambulatórios Exames Médicos Treinamento CIPA

 

Apresentação do Vírus H3N2 – Download Baixar

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *